Aprenda a utilizar o cartão de crédito de maneira consciente

Aprender a utilizar o cartão de crédito de maneira consciente é fundamental, e verdade seja dita: a maior parte das pessoas não sabe mesmo como fazer isso, e se complica em um nível que acaba se endividando rapidamente, e se endividando muitíssimo.

Nós queremos ajudar, não a demonizar o advento em questão porque não acreditamos nisso, mas sim a te dar subsídios para usa-lo de maneira mais funcional e eficaz possível para as suas necessidades, para as suas demandas.

Assim sendo, a seguir nós vamos falar mais sobre como utilizar o cartão de crédito de maneira consciente. Veja as nossas dicas, os nossos apontamentos e aproveite-os ao máximo, porque foram sim feitos para te ajudar!

Descubra de uma vez por todas como utilizar o cartão de crédito de maneira consciente

Utilizar o cartão de crédito de maneira consciente é muito complicado em muitos níveis. Vivemos em uma sociedade onde o consumo é priorizado, então se a pessoa não consegue ter controle nas finanças em muitos casos isso tem a ver com o meio social que a leva a entender que…

  • É preciso ostentar para existir;
  • Vale mais ter do que ser;

É claro que esse ciclo pode ser quebrado, mas isso pede trabalho, esforço e constância. Agora, o problema não está no dispositivo de crédito, de jeito nenhum, e é fundamental que a gente diga isso!

Ele pode trazer uma série de facilidades e praticidades se você entender que o limite grande vai ter que ser pago quando gasto (ainda que em parcelas) e se compreender que não dá para dar passos maiores que as pernas.

Para colaborar na sua compreensão das possibilidades desse advento abaixo nós te daremos boas dicas sobre como utilizar o cartão de crédito de maneira consciente. Veja a seguir e aproveite:

  • Aposte no aplicativo – Hoje em dia é difícil encontrar um cartão que não tenha um bom aplicativo. Esse aplicativo serve para você ter a noção dos seus gastos na palma da sua mão, e isso pode te dar mais controle sobre toda a sua situação financeira.

Além disso, alguns apps mais aprimorados te deixam até determinar limites específicos para cada tipo de gasto, ou seja, menos possibilidade de você ir além do que pode e do que deve;

  • Faça as contas – Saiba assim que entrarem seus proventos quanto de cartão você poderá usar durante o próximo mês. A conta deve excluir os demais débitos que você tem a pagar (aluguel, água, luz, telefone, mercado) e também quanto de fatura você já tem acumulada (por causa de parcelamentos).

Assim você consegue chegar a um valor consciente, se obrigando a se manter nesse patamar continuamente, sem ultrapassar limites e sem quebrar barreiras;

  • Consuma de forma mais consciente – Ter o cartão não significa que você precisa usa-lo. Significa que você pode, quando quiser muito ou tiver que. Aprender a identificar impulsos e a compreender suas necessidades pode te ajudar a elencar prioridades, para as quais consumir vale sempre a pena.

Agora, algumas coisas não se resolvem comprando produtos e serviços, e entender isso também vai te dar apoio para começar a gastar dinheiro onde precisa e tem vontade, e não em qualquer coisa;

Saiba se demora muito para a pessoa aprender a usar o cartão melhor

Sim, dependendo de quem for e de que relação tem com o dispositivo em questão utilizar o cartão de crédito de maneira consciente pode demorar. Isso não significa que nunca vai rolar, mas que tempo é imprescindível, e tudo bem. Paciência também é necessária para ajustar a vida, e isso inclui as finanças! Seja calmo e constante!